Sobre queijos e vinhos

Mesmo com origens e preparações diferentes, queijos e vinhos são irmãos gastronômicos por possuírem incríveis combinações entre eles, com variedades diferentes em todo o mundo.

A tradição italiana de degustar queijos e vinhos juntos não foi uma invenção proposital. Como uma cultura que produz essas duas categorias de alimentos há gerações, o encontro foi inevitável, e quando ocorreu, provocou uma união gastronômica que nunca mais se desfez.

O contexto para isso está na maneira artesanal como os alimentos italianos são produzidos. Ter vinhas no quintal é algo comum nas áreas não urbanizadas da Itália, assim como a produção de queijo também é uma tradição de muitas famílias rurais.

Com o tempo, toda uma subcultura foi sendo criada conforme novas harmonizações entre queijos e vinhos eram descobertas e até mesmo o turismo se beneficiou disso, com curiosos experimentando combinações em visitas guiadas com degustação, uma atividade econômica muito comum na Itália.

Essas harmonizações são vistas com tanta seriedade que existem até mesmo recomendações para unir os tipos de queijos e vinhos em uma combinação perfeita.

Queijos duros, costumam ser bem harmonizados com vinhos tintos, brancos, espumantes e rosés.

Queijos azuis se encaixam nos vinhos doces, e os queijos semiduros preferem também os vinhos brancos e espumantes.

Ao realizar uma noite de queijos e vinhos com amigos você também não deve se esquecer que cada queijo precisará da sua própria faca. Isso evita que o sabor de um queijo contamine o outro!

Existe uma variedade enorme de queijos que vão desde o gorgonzola, até os cremosos brie. Escolha seu vinho favorito, um queijo compatível e aproveite!

E não deixe de conhecer mais sobre a cultura gastronômica italiana nos seguindo pelo Facebook e Instagram!

Compartilhar
error: Content is protected !!